Minha conta Sair
Disney Parques Disney Baby Aniversário Mágico Filmes

Desperte o seu lado criativo!

Uma canção, pintar um quadro, desenhar uma paisagem… Nossa vida está cercada por expressões criativas. Você quer saber de onde eles vêm tais criações? Bem, só basta com olhar ao seu redor e inspirar-se no mundo ou mesmo só tem que olhar para dentro de você e descobrir o que sente. Uma vez que você tem a inspiração, só precisa duma forma de transmiti-la. Pode ser com a música, a literatura, a arte, os esportes, a moda ou ciência… Tudo é possível. ¡Saiba as histórias de quatro jovens que encontraram uma maneira de compartilhar sua criatividade com o mundo! Depois, vai ser sua vez.

creatividad LVSó bastou ver em pessoa um quadro de Van Gogh para saber que a pintura era a sua paixão. Sol Wade, aos 16 anos ficou até as lágrimas ao ver o famoso trabalho de rosas brancas em um vaso do pintor holandês. Nunca viu nada tão perfeito: as pinceladas, as curvas das pétalas, a quantidade de tinta, o fundo verde. Ela queria fazer isso. No entanto, a sua incapacidade para desenhar era um desincentivo. Ela acreditava que para ser um pintor era necessário ser um bom desenhista. Mas um dia ela encontrou uma professora de arte, que explicou que desenho e pintura eram duas coisas muito diferentes. A partir desse momento, Sol começou aulas de pintura. Hoje, aos 23 anos, dedica-se a pintar imagens abstratas em seu estúdio e numa sala cheia de jornal em sua casa. No início, seus trabalhos foram inspirados por imagens de paisagens naturais e do universo. Agora, ela encontra inspiração em livros e música. Para Sol, a criatividade é o mundo paralelo, o mundo interior de cada um, esse que muitas vezes o-escondemos atrás da rotina. “Eu acho que todo mundo tem criatividade, quem pode fazê-la crescer e tirar proveito dela é um privilegiado”, diz a jovem artista. Para alguém que quer começar a pintar e ainda não sabe que ou como, ela recomenda que procure uma oficina. Mas o mais importante é ter a coragem de iniciar. Você não vai perder nada com apenas tentar! Além disso, a pintura é um espaço ideal para se expressar e conhecer a si mesmo!

Nas pinturas de Sol, a cor é a protagonista. Em seu espalho de trabalho não pode faltar uma foto de sua família.

Newman Omena, 25, mora em Ribeirão Pires e é musico. Seu estilo é fusão instrumental, uma mistura de rock e pop/rock. Seu desejo de fazer música vem da necessidade de se expressar e de ver as pessoas emocionadas com seu som. Formou sua banda “Tilt” com amigos, na que fazem versões covers de canções. O que o-inspira a compor música é a satisfação pessoal e a necessidade de expor suas crenças para que as pessoas ouçam. Newman recomenda para alguém que quer se introduzir na música “investir muito tempo em estudo e sempre buscar sua personalidade musical”. Para ele, a criatividade é a capacidade de inovar, de ter ideais que surpreendam e fujam fora do comum.

creatividad2 LVAlém do rock e pop, Newman também trabalhou com música gospel e teve outras duas bandas: “Feast Day” e “Wellington & Maykel”.

 

“Olhe em meus olhos e tentemos esquecer-se do mundo. Apenas por um momento, apenas por alguns minutos. Olhemos na eternidade do momento e congelemos o que nós sentimos para depois lembrá-lo, para depois mantê-lo no tempo”. Mercedes Gifuni, 23, é jornalista e tem um blog onde expressa suas ideias. Através de seus escritos, inspirados pela música, o amor e mesmo pela vida real com uma pitada de imaginação, ela procura transmitir histórias e sentimentos. “Pensar e ser diferente, rompendo com os padrões e leis do mundo, ir um pouco além do estabelecido, acredito fervorosamente e com absoluta certeza que este não é o único mundo possível, senão que há infinitos mundos que circundam”, assim é uma alma criativa para Mercedes. Você também quer começar a escrever, mas não sabe como? Mercedes recomenda começar a narrar o que aconteceu hoje, dizendo cada detalhe e sempre imaginando uma audiência, um leitor. Em seguida, vem o resto.

creatividad3 LVAndrea Ko, 23, mora em São Paulo e é desenhadora de moda. Ela sempre se interessou pela moda e por estampas porque cresceu num ambiente muito artístico: seus pais trabalham com estampas, então ela foi parte dessa indústria desde pequena.  Aos 18, Andrea foi estudar na Parsons School of Design em New York. Lá, ela teve a oportunidade de conhecer pessoas com histórias completamente diferentes e de recorrer muitos lugares. Assim, inspirou-se nesse novo mundo para desenhar. Para despertar a nossa criatividade ela acha que precisamos sair um pouco da seriedade do dia-a-dia. “Às vezes ficamos muito presos à nossa rotina, e esquecemos que inspiração não vem aos que não procuram”, diz Andrea. Por último, ela recomenda as pessoas que estão interessadas na moda mais ainda não sabem que fazer, que pesquisem muito e falem com outras pessoas que podam te-contar histórias de fracassos e de sucessos.

 

 “Moda, desenho e arte não é fácil como muita gente acha… esse negócio precisa de muita energia, paixão e determinação”, diz Andrea.

 

Agora é hora de abrir os seus sentidos e seu coração. Fique aberto a qualquer nova oportunidade e experiência. Então, você também vai explorar o seu lado mais criativo!

Comentários